História

por Interlegis — última modificação 25/07/2019 17h45

O Poder Legislativo Municipal foi instituído em Serra Talhada com a denominação de Conselho Municipal, a exemplo de outros locais da Federação. Seus membros eram chamados de Conselheiros Municipais.

 

Os Conselheiros eram reconhecidos por serem pessoas de caráter ilibado e que prestavam um relevante serviço a sociedade a título gratuito (sem remuneração).

 

Posteriormente, o Conselho passou a ser denominado de Câmara Municipal e os Conselheiros passaram a se chamar Vereadores. Assim, com tal mudança o serviço que não era remunerado passou a ser.

 

Em Serra Talhada o Legislativo foi criado em 1893, ano em que o Município conseguiu a sua autonomia. À época teve como 1º Presidente o Padre Antônio Gonçalves Lima.

 

Como inicialmente o Legislativo dependia muito do Executivo, estando interligado funcionalmente a esse, a Câmara de Vereadores de Serra Talhada ocupou vários endereços que eram concedidos à conveniência de cada Prefeito.

 

Em 1914 o então Prefeito Adolfo Côrte construiu um prédio exclusivo para o Legislativo Municipal, onde hoje funciona a Casa da Cultura, tendo funcionado ali até 1969 quando foi inaugurado o atual prédio da Prefeitura – Palácio Luiz Conrado de Lorena e Sá.

 

O então Prefeito Nildo Pereira de Menezes cedeu um pequeno auditório para o funcionamento da Câmara, tendo ficado instalada ali até implantar-se no seu imponente prédio próprio, inaugurado em 20 de novembro de 1998, tendo sido construído sob a Presidência do Vereador Antônio de Assis do Nascimento (Antônio de Antenor).

           

 Atualmente, a sede da Câmara Municipal possui auditório para mais de 420 pessoas, aberto ao público em geral para acompanhamento das sessões, bem como para eventos, autorizados antecipadamente mediante solicitação.

 

 Com 17 vereadores atuando para a melhoria da cidade, conectando população ao governo municipal, a Câmara funciona de segunda a sexta, das 8h às 14h, com atendimentos à população e elaborando projetos que visem o bem-estar dos serra-talhadenses, bem como fiscalizar e cobrar ao poder público as resolutivas.

 

Todas as sessões ordinárias acontecem às segundas-feiras, às 20h, sendo transmitidas ao vivo pelo Facebook da Câmara.